Ivan Maldonado Online

"Atendimento de segunda a domingo a partir das 17h30"

Saiba como é a região onde ocorrem as buscas no Rio Ivaí

Saiba como é a região onde ocorrem as buscas no Rio Ivaí
Buscas são no distrito de Ubaúna / Foto: Reprodução

As buscas pelos seis desaparecidos em um acidente de barco no Rio Ivaí acontecem no Distrito de Ubaúna, município de São João do Ivaí, próximo a divisa com Borrazópolis. As equipes trabalham em um raio de cerca de 10 quilômetros no rio e nas margens, a partir do local do acidente, conhecido como salto Takaki.

De acordo com o policial militar ambiental aposentado Carlos Eduardo Souza, que trabalha como voluntário nas buscas, o local é de fácil acesso. “A mata não é fechada na região, temos apenas uma faixa de uns 10 metros de mata ciliar e em seguida, muitas plantações de milho. Toda extensão do rio por aqui é repleta de propriedades rurais, então os locais de busca por terra são de fácil acesso”, explicou.

Ainda de acordo com o voluntário, que trabalhou na região durante 17 anos, a distância entre a chácara onde a família embarcou no domingo (18) e o local onde o acidente ocorreu é de no máximo 2 quilômetros.

“A chácara fica às margens da água. Do local onde eles embarcaram para onde o barco virou, próximo ao salto Takaki, tem uma distância de uns 1.500 a 2 mil metros. Acredito que tudo aconteceu muito rápido”, contou.

A embarcação utilizada para o passeio foi um barco de alumínio de aproximadamente 5 metros com motor, com capacidade para até quatro pessoas. Segundo o policial aposentado, a baixa vazão das águas torna o rio turvo e a correnteza mais forte e mais perigosa.

Cerca de 50 pessoas entre oficiais e voluntários trabalham incansavelmente na esperança de encontrar algum sobrevivente. Nesta terça-feira, familiares dos desaparecidos pediram ajuda de moradores da região para tentar localizar os desaparecidos, que segundo eles, podem estar em alguma estrada ou no meio do milharal.

(Mais notícias da região)

Fonte: TN Online

Gostou da matéria. Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

MAIS NOTÍCIAS